O Diário de Duda - Conhecendo Joe - Cap. 2


Se é amor ou não, eu não sei, só sei que estava ansiosa para o sino bater, e olhar denovo para aquele menino. Finalmente os meus desejos foram atendidos, saí da sala, mas não o encontrei, infelizmente a sala dele já tinha ido embora.
Fiz o que pude, fui paciente esperei chegar o momento certo, para que eu pudesse olhar nos olhos dele, seria então o momento certo para descobrir se foi mesmo... Amor... Confesso que não acreditava em amor a primeira vista, acho que não sabia nem o que era amor, acredito que errar é humano, foi um erro meu não ter acreditado no amor... Mas agora acredito com toda certeza, por que é errando que se aprende, né?
Finalmente esse dia chegou, acordei cedo, me arrumei e fiquei bem bonita, na esperança de que quando eu chegasse na escola, ele iria olhar pra mim, mas ele nem se quer olhou pra mim, porém não desisti fácil, assim que Erick chegou (ah! esqueci de mencionar que Erick e eu não ia-mos para a escola juntos, por motivos pessoais), fui falar com ele, pensei bem, que através de Erick poderia conhecer aquele menino, já que Erick era tão popular (Acho que ele conhecia todo mundo naquele colégio)... E não é que eu me dei bem, e pensei comigo mesma "Agora olharei nos olhos dele e enfim descubrirei o que realmente sinto", dito e certo, Erick pegou na minha mão e disse:
- Vem comigo!
Eu perguntei aonde iamos, mas ele ficou calado, de repente demos de cara com o menino, fiquei toda sem jeito, fiquei tão sem jeito que não conseguia falar nada, ele mesmo me cumprimentou, me deu um "bom dia!" e começou a puxar assunto com Erick. Ah! eu deixei eles de lado, e fui para casa pensar mais um pouco.
No dia seguinte fui para escola pensativa, ao chegar na porta da minha sala, alguém veio por trás de mim, tampou os meus olhos para que eu adivinhasse quem era, a primeira pessoa que veio na minha mente foi o Erick, então eu disse:
- Erick?
Mas uma voz suave, sussurrou no meu ouvido:
- Não...
Senti um arrepio e o empurrei, olhei para trás e vi que era aquele menino por quem tinha me apaixonado, então perguntei pra ele:
- Como é que você queria que eu adivinhasse, se eu nem se quer sei o seu nome? - Então ele deu uma risada e respondeu:
- Eu só estava querendo me diverti... Me desculpe... Meu nome é Joe.


VEJA TAMBÉM:
 CAP.1

7 comentários:

Canto do Lufa disse...

Que surpresa com a vedação dos olhos

Rogerio disse...

quero ver a continuação;;;vamos ver o desenrolar dessa storia...

AllanDavid disse...

Ok, Todas as quartas tem um novo episodio dessa história. Não percam, pois a história está muito interessante.

Jão (O Criador G.B) disse...

Vou tentar acompanhar todos os episodios.

http://www.gatobebadowebs.blogspot.com

perplife disse...

Gostei do final. É um final para um bom e interessante começo.
Posso te dar uma dica? Olhe ortografia e mais a pontuação. Acho que um texto assim merece isso, valoriza mais seu texto.
Acompanharei a história, com certeza.
Abraço
perplife.blogspot.com

Kadu disse...

Muito bom...estarei acompanhando...


www.tecnicasvendas.blogspot.com

Rogerio disse...

muito bom...aguardando os proximos acontecimentos...

PESQUISA

Carregando...

Seguidores

Vale a pena o Click!

Tecnologia do Blogger.