...::♥::...


Então eu o vi sorrir, simplesmente senti como um impacto em mim, como pode ter um sorriso tão belo assim? Ai, bem que estavam certo enfim, eu me apaixono muito fácil, mas como resistir, como resistir a este fato, ele é tão legal, às vezes meio banal, quase sempre um bobinho, mas isso faz dele um tipo “garoto incrível”, oh meu Deus, agora estou presa, presa e sem defesa, num ilusório mundo fantasioso, onde ele é o único tema proposto, pareço eu maluca? Essa me parece ser a verdade, sem dúvida.
Ah, mas eu nunca consigo, nunca consigo me aproximar desse insensato menino, insensato? Talvez não, mas seu sorriso me parece puro então, então como eu não consigo ser eu mesma perto dele? Por que eu não consigo contar tudo e acabar com essa sede? Sede de tocá-lo, de abraçá-lo, que saco, estou ficando mesmo doida, com vontade de sair por aí gritando feito uma louca, de sair gritando o quanto dele estou gostando, eu realmente estou gostando, gostando sem querer, mas nem o próprio nome dele aqui eu consigo escrever, minha mão insiste em se conter, quer apenas ouvir, ouvir o nome dele que minha boca não se cansa de repetir, pois é, acho que esse texto bobo acaba por aqui, pois não faz sentido eu guardar isso só pra mim...


Escrito por: Maylane

Tolaz



O que tem por trás desse rosto camuflado de porcelana?
Por algum motivo você acha que ela te ama?
Acha que ela se importa com o que você pensa?
Talvez o que ela sinta por você seja apenas uma amizade intensa
Uma amizade que por acaso ela tenha confudido
Mas não é culpa dela se foi apenas um mal entendido
Tente entender, estou dizendo com toda sinceridade
O que ela dizia sentir por você não era de verdade...


Escrito por: Maylane

A Casa Monstro - Cap. 3


Eu estava ficando com muito medo daquele quarto, pois ele era muito assustador. Pensei em várias maneiras de sair de lá, mas não tive nenhum sucesso, até me joguei contra a parede para ver se ela quebrava. Depois de muito tempo de tentativas mal sucedidas, encontrei uma dinamite em uma caixa que tinha no quarto, e ainda bem que eu tinha levado fósforos. Então eu acendi a dinamite perto da porta, e consegui quebra - lá, e saí daquele quarto, mas ainda não era o fim daquele pesadelo, eu tinha que conseguir sair da casa de um jeito ou de outro. Andei a casa inteira, e nenhuma saída, todas as portas que eu encontrava davam em algum quarto assustador ou em um “abismo”, mas mesmo assim eu não desisti, pois já fazia mais de dez horas que eu estava preso lá dentro, minha família já deveria está preocupada com o meu desaparecimento. De repente escutei uma chamando meu nome, fiquei aliviado, pois aquela voz parecia com a voz do meu irmão, eu corri em direção da voz e para minha felicidade encontrei meu irmão, mas minha felicidade durou pouco tempo, por que depois que meu irmão conseguiu entrar na casa, as portas se trancaram e nós dois ficamos presos.

No momento fiquei triste e feliz ao mesmo tempo, ainda bem que eu não iria ficar mais sozinho naquele lugar. Quando comecei conversar com meu irmão, percebi que havia algo muito estranho naquela casa, pois nas minhas contas havia dez horas que eu estava preso lá dentro, mas meu irmão disse que eu estava desaparecido há dez dias, conclui que cada hora lá dentro era um dia lá fora. Aí eu fiquei mais desesperado, queria logo me livrar daquilo tudo, eu não agüentava mais. Meu irmão tentou me acalmar, dizendo que iríamos sair logo de lá, mas ele não tinha certeza de como sair. Começamos procurar saídas, e cada porta abríamos tinha algo mais estranho por trás, em uma delas estava cheio de cadáveres humanos, foi aí que nosso medo aumentou, porque se aquilo estava lá, foi alguém ou algo que levou, e o mesmo que aconteceu com aquelas pessoas poderia acontecer conosco...

Together Forever



Nos conhecemos, ficamos,
brigamos e nos separamos
Mas tudo vai mudar
Pode acreditar
Que desta vez eu realmente quero te amar
Sempre que eu te vejo meu coração fica pulando
Acho que isso é porque eu estou te amando
Será que você vai aceitar
Quanto eu te pedir para namorar?
Quero que você saiba que o tudo aquilo ficou para trás
O passado não voltará jamais
Tudo vai ser diferente, do jeito que você sempre desejou
E eu vou te amar do jeito que você me amou
Estarei ao seu lado sempre que você desejar
Seja para um simples passeio, ou um romântico jantar
Nossas vidas vão mudar
Eu até quero com você me casar
E com você formar uma família
E ser seu AMOR para o resto de sua vida...


Escrito por: Allan David

O Diário De Duda - Tentando Arruinar Joe - Cap. 8


*Estamos voltando com as postagens do "Diário de Duda", agora todas as Terças-feiras.

Virei para o Erick e perguntei:
- Erick, você acha que o Joe é Gay? - Eu já sabia a resposta, mas o Erick não, fiquei com tanta raiva daquela cena, que decidi revelar o grande segredo de Joe, Erick espantado respondeu:
- O Joe? O meu primo Joe?
- Seu primo? Como assim primo?
- Ué, ele é filho dos meus tios. O nome disso não é primo? – Joe e Erick eram primos, juro que dessa eu não sabia! Erick sorriu e disse:
- Por que ficou tão surpresa?
- Eu sei lá, nem se passava pela minha cabeça... Não estou nem acreditando nisso!
- Mas, por que você perguntou se ele era gay? – Naquele instante fiquei pensando numa grande resposta, mas não encontrei nenhuma, então disse logo:
- Olha só como ele está tão perto daquele cara, estão quase se beijando! – Quando Erick viu o Joe tão perto daquele rapaz, ficou sem palavras, só ficou observando aquilo, ele devia estar se perguntando “Mas, como assim?”.
Erick então foi ver o que se passava, ele foi logo perguntando para o Joe:
- Quê que você ta fazendo?
Continua...

Escrito Por: Maylane



VEJA TAMBÉM:
CAP. 7CAP. 6 - CAP. 5 - CAP. 4 - CAP.3 - CAP.2 - CAP.1

Mero Dilema

Sinto em minha roupa o cheiro do seu perfume
Por um momento apenas eu não fiquei imune
E sem perceber o seu sorriso me afetou
Senti que lá dentro de mim algo se desequilibrou
Desde então eu não consigo controlar meus pensamentos
Não consigo nem se quer definir meus sentimentos
Estou tão confusa que eu mal consigo raciocinar
Que sentimento é esse que está a me dominar?
Ele me deixa em êxtase, me deixa alucinada
Por que eu não percebi antes?
Agora estou numa furada.
Por favor! Pare de ocupar meus pensamentos atoa,
é só te ver, que minha mente longo voa
Por que você? Por que justo você?
Sinceramente eu não consigo, não consigo compreender.
Estou eu realmente condenada à te querer?



Escrito por: Maylane

Acontece...


Odeio admitir, mas nós dois estavamos errados!
Nós mesmo nos iludimos nesse lance por acaso,
achavamos que estavamos apaixonados e amando.
Mas foi tudo só por enquato, tudo por engano.
O que aconteceu pra gente ficar assim?
Não consigo entender, mas acho que partiu de mim.
Agora estou me sentindo uma tola, me sentindo uma malvada,
pois estou te vendo assim, e não consigo fazer nada.
Não consigo olhar nos seus olhos e dizer que sinto muito.
Não consigo parar de sentir culpa por um milésimo de segundo.
Estou me aprisionando num crime que talvez eu nem tenha cometido,
tenho medo de que com isso nossa amizade tenha se perdido.
Eu não me entendo, mas tente entender
Acho que o que eu sinto é amor de amizade por você...


Escrito por: Maylane

O Diário de Duda - Provocando Joe - Cap. 7


Decidi então ir logo ao assunto com o Joe, eu não tava mais aguentando, foi aí que eu resolvi fazer algo revolucionário, algo que iria deixá-lo doidinho, pensei um pouco e achei melhor deixar essa ultra, super, mega ideia pra depois, por enquanto eu só iria provocar, provocar e provocar mais um pouquinho.
No dia seguinte ao chegar ao colégio, Joe me cumprimentou com um beijinho no rosto, fiquei tão feliz, olhei para frente e quem eu vi chegar? Erick, todo sorridente, como o meu plano era provocar o Joe, deixei ele de lado e fui ao encontro do Erick, dei um beijão nele e olhei para o Joe, e não é que ele nem estava olhando pra gente, mas não me importei, andei pra cima e pra baixo grudadinha com o Erick, eu estava tão confiante, até o momento em que vi o Joe dando em cima de um carinha chamado Paulo, que era assumido,eles estavam quase se beijando, aquilo me deixou tão irada, que eu tive que me segurar o máximo possível...

Continua...

Escrito por: Maylane

VEJA TAMBÉM:

Ilusão


Lembro como se fosse ontem
Quando por ti me apaixonei
E meu coração eu te entreguei
Mas como um brinquedinho você me usou
E dos meus sentimentos você abusou
Com seu doce sorriso, você me iludiu
E logo depois partiu
Partiu sem olhar pra trás...
Então uma coisa eu decidi:
Não quero me apaixonar mais!

Escrito Por: Maylane

Inocência


Cadê? Cadê? Cadê a inocência?
Se perdeu pra nunca mais voltar
ela foi embora sem se despedir...
Por quê? Por que assim ela quis partir?
Me deixou aqui, aqui na solidão,
sem querer saber como eu ficaria,
como eu me sentiria.
Eu digo então como me sinto:
Triste, parece até que perdi o sentido
nada mais tem graça,
as coisas estão perdendo o brilho,
e a cada vez que penso nisso,
perco as esperanças, as esperanças de sorrir mais uma vez...

Escrito Por: Maylane

Seguidores

Vale a pena o Click!

Tecnologia do Blogger.