Cacto



"Você é tudo pra mim!" dizia ele friamente sem pensar nas consequências daquelas palavras, ela simplesmente acreditava e se embriagava com as doces mentiras que ele oferecia, não se importando se estava sendo sincero ou não, talvez ela só quisesse tê-lo por perto, sentir o cheiro dele, aquele toque, viver um grande amor, admirar somente.
Mas ele nem se quer gostava dela, de fato, era só um passatempo, uma perda de tempo, e sem que ela percebesse, num piscar de olhos, ele já estava nos braços de outra, trocando mensagens, risos, abraços. E ela? Só pode chorar e observar seu amor cheio de falácia partir, logo ela, aquela menina sorridente e cheia de alegria, que agora se derramava às escondidas, relembrando os arrepios que sentira com as palavras suaves que eram jogadas em seus ouvidos, talvez tenha sido culpa dela, por se entregar tanto aos olhares que ele transmitia, talvez ela devesse ser mais forte, mais resistente, e então não sofreria, não se lamentaria, e quem sabe até poderia sorrir novamente, mas, não para esconder uma lágrima, sorriria de verdade, sorriria com prazer...


Escrito por: Maylane

0 comentários:

PESQUISA

Carregando...

Seguidores

Vale a pena o Click!

Tecnologia do Blogger.